Páginas

domingo, 19 de setembro de 2010

5:30 a.m

Eu a via passar, sem pressa e de cabeça baixa, todas as manhãs. Saía no mesmo horário e ia. Não sei se para o trabalho, escola, ou lugar nenhum, mas eu a via passar. Com os fones no ouvido e aquele ar de quem não está nem aí, ela ia. Mas só eu a via. Ninguém a reparava, mesmo com todo aquele brilho ao redor, e ela seguia sozinha.
Um dia, um único dia, ela parou e, como se soubesse que eu estava todo dia ali para vê-la passar, olhou em minha direção. E sorriu. Depois desse dia ela desapareceu, o olhar e o sorriso foi sua despedida. Ela sabia que eu, e apenas eu, a via.

Pamela.

8 comentários:

jorge luiz disse...

eita porraaaaaaaaaa, ta massa *-*
vai ficar famosa se continuar assim :*

Matheus W. disse...

Às vezes uma única pessoa pode dar sentido a toda uma existência, ou uma inexistência, será que ela existia? Fruto de sua imaginação?
Bons textos são aqueles que podem ter várias interpretações, adorei!

Beijos

Marina Dias disse...

aff, que maaaaaaaassa! *-*

Allyson disse...

Vai me irritar isso sim,homi pelo amor de deus, O texto tão belo tão lindo da pra puxar um livro daí, quero saber mais se ele vai correr atrás quero imaginar oquê ele vai fazer depois... mais vai que num seja do jeito que eu imaginar.. AHHHHHHHHHH eu quero sou o fã NUMERO 1 \õ/.. exijo... kkkkkkkkk' xD Amei, amei mais queria mais.

Livia Carlos disse...

Legal,legal *-*

Silas Torres disse...

muito bom, considero esse texto um passo literário significante, se você ler o inicio do blog até chegar a esse texto vai ver que ele é de um nível superior aos demais... parabéns Pam. muito bom.

Rafael disse...

Essas são as pessoas que salvam o dia, que salvam vidas, que salvam nosso mundo... Pessoas que não precisam falar nada, por que apenas um gesto... um único apenas já faz tudo por nós =D


*________*


www.suportedamente.blogspot.com

Isis disse...

Tem certeza de que NÃO quer mandar esses continhos pra uma editora ?
aheuaehuh, parei. Mas o texto me passou muita coisa boa, eu gostei muito. Sério. Me fez me sentir melhor, não sei...
Você é uma ninja, Pams.